A Estrutura do Coração

A espessa camada média da parede (miocárdio) é composta de músculo cardíaco, uma variedade de músculo estriado. É revestida externamente pelo pericárdio visceral (epicárdio) e internamente pelo endocárdio. As paredes atriais e ventriculares são separadas por um esqueleto fibroso que contém ilhas de fibrocartilagem onde pode-se formar nódulos de tecido ósseo (ossos cardíacos). Este esqueleto fibroso é perfurado próximo a entrada do seio coronário, dando passagem ao feixe atrioventricular de tecido especializado que conduz impulsos de contração. A musculatura atrial é fina e dispõe-se em feixes superficiais e profundos. A musculatura ventricular é mais espessa e também se dispõe em feixes superficiais e profundos. A disposição da musculatura é realmente muito complexa e as análises do mecanismo de contração ainda deixam muitos pontos obscuros.

O ritmo do coração é controlado por um marcapasso (nodo sinoatrial) da musculatura modificada que constitui o tecido condutor cardíaco, é abundantemente inervado. Este nodo fica abaixo do endocárdio da parede atrial direita. Um segundo, o nodo atrioventricular, de construção semelhante, é encontrado no septo interatrial e também é ricamente inervado. Este nodo dá origem ao feixe atrioventricular que penetra o esqueleto fibroso antes de dividir-se em ramos direito e esquerdo. Cada ramo continua ventralmente junto ao endocárdio e divide-se, atingindo todas as partes da musculatura cardíaca, parte do feixe direito e segue para a parede externa por meio do feixe septomarginal.

sistema de condução.jpg (45159 bytes) Luiz Bolfer
Monitor Laboratório de Anatomia dos Animais Domésticos Universidade Tuiuti do Paraná - UTP
luiz_bolfer@yahoo.com.br
Hosted by www.Geocities.ws
GridHoster Web Hosting
1