AS PIRÂMIDES
Página 2


 
CONTEÚDO:    

 
 

   AS MASTABAS
 

 

    Até o final da IIa dinastia os túmulos dos soberanos e dos nobres egípcios eram constituídos de uma câmara funerária cavada profundamente no solo, sobre a qual se erigia uma estrutura baixa, de paredes verticais, de teto achatado, com base retangular, construída com tijolos de lama cozidos ao sol, que ficaram conhecidas com o nome de mastabas. O nome mastaba foi dado a estes sepulcros em tempos modernos; a palavra é de origem árabe e significa "banco", isso porque quando rodeadas por dunas de areia quase até a sua altura total, fazem lembrar os bancos baixos construídos na parte externa das casas egípcias atuais e nos quais os moradores sentam-se e tomam café com os amigos. Tais estruturas, no passar dos anos, evoluíram: no decorrer da IVa dinastia, muitas mastabas passaram a ser construídas de pedra e não mais de tijolos.

 

    A tradição de construir pirâmides começou com uma sofisticação da idéia da mastaba, que cobria a tumba real; depois foram sendo usadas várias ou "plataformas" sobrepostas.

    Por volta de 2630 a.C., a partir da estrutura básica da mastaba, o faraó Djoser, da IIIa dinastia (cujo reinado se estendeu aproximadamente entre 2630 e 2611 a.C.), encarregou seu primeiro ministro e arquiteto Imhotep - nome cuja tradução significa "Aquele que Veio em Paz", misterioso personagem que mais tarde foi adorado como um deus (Toth) - de projetar um complexo mortuário, o qual viria a ser a primeira pirâmide em terraços. Ele ergueu um túmulo totalmente em pedra, material que até aquela época era usado apenas em partes isoladas das construções. Embora em túmulos de épocas anteriores já tivesse sido usada a pedra como elemento arquitetônico subsidiário, nenhuma construção havia anteriormente sido erigida totalmente em pedra.

    Empilhando seis mastabas em tamanho decrescente, Imhotep construiu uma pirâmide em degraus (pirâmide escalonada). Como as pirâmides mais conhecidas, continha inúmeras salas e passagens, bem como a câmara mortuária do faraó. O local escolhido foi uma extensão de terras elevadas em Saqqara, a pouca distância ao sul de Gizeh. A pirâmide de degraus do faraó Djoser é, certamente, a mais antiga estrutura de pedra talhada erguida pelo homem em todo o mundo.

 
Pirâmide escalonada do faraó Djoser

    Todo o conjunto de vários pátios e construções ligados à pirâmide ocupava uma área de 545 por 277 metros, ou seja, 150.965 m² e estava cercado por um grande muro de pedra. Essa muralha maciça, com mais de 9 metros de altura perfazia um perímetro de mais de 1.600 metros. A pirâmide em si tem seis degraus e atinge a altura de cerca de 60 metros, equivalente a de um prédio de 20 andares. Foi detectado pelos escavadores que o monumento sofreu alterações no seu planejamento durante a construção e algumas delas são claramente visíveis.

    Diz a tradição que deve-se a Imhotep a transmissão da escrita hieroglífica, das ciências relativas à Medicina, Astronomia e notadamente a Arquitetura no Antigo Egito. Após cumprida a sua missão na Terra, esta "divindade" retornou à companhia dos outros deuses (O Paut-Neteru). Um antigo papiro cuja autoria é a ele atribuída diz textualmente: "No fundo, perto dos rochedos, foi enterrada uma nave celeste, esperando o tempo em que o homem precisar ser livre. E sobre esta nave celeste será erigido um marco na forma de leão, e também de homem".

    Posteriormente, outros faraós da mesma dinastia também ergueram pirâmides em degraus, embora menos majestosas. Ao o faraó Djoser seguiram-se cerca de oito faraós.

    A região de Saqqara é a que apresenta a maior concentração de mastabas, construídas principalmente no decorrer das terceira, quinta e sexta dinastias, mas algumas também podem ser encontradas em Dahshur e outras em Gizeh. Nesta última localidade os faraós da IVa dinastia mandaram construir grandes mastabas ao redor de suas pirâmides, destinadas aos oficiais de sua confiança, geralmente seus parentes próximos.

    Durante a Va e VIa dinastias, a parte das mastabas que ficava acima do solo passou a ser enriquecida com várias câmaras e vestíbulos com colunas, sendo que todas as salas tinham suas paredes cobertas por relevos. Entre as cenas mais comumente esculpidas nas paredes estavam aquelas que mostravam criados trazendo oferendas de comida e bebida para seus amos mortos, cenas de colheita, processos de manufatura, o dono da tumba inspecionando suas propriedades ou caçando, e uma larga variedade de outros episódios intimamente associados com suas ocupações durante a vida.

 

 


 
      

    AS PRIMEIRAS PIRÂMIDES

    A evolução para as pirâmides de paredes externas lisas não aconteceu sem problemas. Fracassos famosos incluem a "Pirâmide Torta" e a Pirâmide de Meidun, ambas atribuídas ao reinado do faraó Snefru, o primeiro faraó da IVa dinastia (2575-2551 a.C), considerado o grande desenvolvedor das pirâmides. Ele reformou uma e construiu duas: a pirâmide de Meidum, que foi iniciada pelo faraó Huni, era em degraus, que Snefru tentou transformar em uma pirâmide verdadeira através de enchimentos; ela era originalmente composta por sete degraus, mais tarde aumentados para oito. Posteriormente os degraus foram cobertos de forma a criar uma superfície externa lisa, mas a cobertura desmoronou (não se sabe ao certo quando) devido à inclinação grande demais das paredes.

    Snefru mandou erguer na localidade de Dahshur uma outra pirâmide que se tornou única, entre tantas construídas, em função da forma final que acabou tendo. Inicialmente a obra fora planejada para ser uma pirâmide verdadeira. Entretanto, houve uma redução abrupta no ângulo de inclinação das suas faces externas, num ponto um tanto acima da metade da altura prevista para o monumento, o que alterou a sua forma piramidal, para qual existem duas teorias: os arquitetos teriam se assustado com o fracasso da pirâmide de Meidun ou então decidiram acabar a pirâmide mais rapidamente. O resultado final fez com que atualmente essa construção seja conhecida como "Pirâmide Torta.

 

 

A pirâmide "Torta", do faraó Snefru, cujo erro na escolha do local e nas fundações obrigou à mudança no ângulo das faces, de modo a diminuir-se a carga sobre a base.

 

    Os arqueólogos têm sugerido que a pirâmide torta teria sido concluída às pressas, o que teria exigido uma redução na sua altura e explicaria seu formato, o que é corroborado pelo fato das pedras da parte superior da obra terem sido assentadas com muito menos cuidado do que as da parte inferior. Também pode ter ocorrido que o ângulo de inclinação da pirâmide tenha sido reduzido pelo arquiteto para tentar diminuir o volume imenso de esforço sobre as paredes das câmaras internas que, acredita-se, poderiam estar apresentando rachaduras durante a construção.

    A Pirâmide torta corresponde à altura de um prédio de 34 andares. Entre todas as pirâmides ainda existentes, essa é a que está externamente melhor conservada, pois nenhuma outra preserva tanto do revestimento feito com a pedra calcária da localidade de Tura. Um visível aperfeiçoamento no método de aplicação do revestimento e de colocação dos blocos deve ser a causa dessa maior durabilidade. Inédita também se apresenta essa pirâmide pelo fato de possuir duas entradas: uma em sua face norte e outra na face oeste.

    Apesar destes percalços, foi ainda no reinado de Snefru que a primeira pirâmide verdadeira bem-sucedida foi construída - a Pirâmide Vermelha, considerada a primeira pirâmide verdadeira, de faces lisas, o grande êxito de Snefru, onde ele viria a ser enterrado. Depois da Grande Pirâmide de Gizeh (que seria construída pelo filho de Snefru, Quéops), a Pirâmide Vermelha tem a maior base de todas as pirâmides do Egito, mas devido à sua menor inclinação é apenas a quarta mais alta. Seu nome comum deriva da cor do calcáreo utilizado em sua estrutura. A maior parte de sua cobertura não foi preservada, mas alguns dos pedaços que sobraram contém inscrições que permitem estimar o tempo gasto na construção da pirâmide - aproximadamente 17 anos.

    O filho de Snefru, Quéops, construiu a maior pirâmide egípcia, a grande pirâmide de Gizeh, aproveitando os conhecimentos acumulados por seu pai.

 

    IR PARA A PÁGINA 3

 


Hosted by www.Geocities.ws
GridHoster Web Hosting
1