I l l u s i o n

Comemorativo dos 30 Anos

Jornalista Robson Florencio Paim

   Jane Relf (vocais e percussão)
   Jim McCarty (vocais e guitarra acústica)
   John Hawken (teclados)
   John Knightsbridge (guitarra elétrica)
   Louis Cennamo (baixo)
   Eddie McNeil (bateria e percussão)

Out Of The Mist / 1977 Illusion / 1978

Banda inglesa de rock progressivo, formada em 1977, pela vocalista Jane Relf com o guitarrista Jim McCarty. O Illusion, que completa seus 30 anos, foi o grupo dissidente da primeira fase do Renaissance, sobretudo, membros advindos dos yardbirds, que por sua vez, também foi uma expressiva banda de hard-rock dos anos 60. Em suma, a discografia do Illusion renasce ou vem resurgindo com lançamentos inéditos ao longo dos anos. Por exemplo, meados de 1992, uma gravadora chamada TNT Studio (Luxemburgo) publicou a quarta raridade, toda compilada por faixas gravadas ao vivo dos tempos áureos da banda. O inédito e tardio CD recebeu o nome de OFF SHOOTS e nele, estão incluídas duas faixas solos lançadas anteriormente, em 1971, por Jane Relf "Without A Song For You" / "Make My Time Pass By", ainda no tempo da primeira fase do Renaissance. Recentemente, foi lançada uma compilação, reunindo os dois primeiros álbuns (Out Of The Mist e Illusion), que recebeu o nome de INOCENCE (mascarada por uma gatinha na capa).

Tudo que se tem notícia é que o Illusion se separou no ano de 1980, mas deixando algumas obras-primas, todas relançadas agora no formato em CD, que antes eram em vinil. Uma pergunta ficou no ar: quais foram os melhores momentos da banda Illusion, uma vez que era sempre confundida com a fase do Renaissance? A maioria das canções compunha o cenário do rock progressivo. Eram canções com características acústicas, ao estilo folk-rock, somada a linda voz de Jane Relf (irmã de Keith). Enfim, o grupo tinha tudo para dar certo. Mas, não foi o que aconteceu.

Todos os integrantes são altamente experientes em música. O piano clássico dominava nos principais arranjos. Jane Relf sempre teve uma voz marcante, ao estilo progressivo. Mas, os trabalhos solos sempre apareciam, em paralelo à banda. Jane foi a vocalista principal da primeira fase do Renaissance (1969-1971) e depois integrou ao Illusion (1977-1979). Jim McCarty criou um grupo chamado STAIRWAY, e John Hawken lançou em carreira solo. E os outros participantes tocam em outros grupos, como convidados.

Enchanted Caress / 1979  ENCHANTED CARESS e o corte final. Relíquia lançada tardiamente
Embora o fundador do grupo Illusion tenha sido Jim McCarty, mas foi a imã mais jovem, Jane Relf, que veio concretizar o velho sonho do irmão Keith, em formar uma nova banda. Conteudamente, o sonho era criar um rock mais elaborado, voltado ao folk/clássico, renascentista, igual aos velhos tempos, já que não podia mais levar o nome Renaissance. A escolha do nome da banda foi tirada da capa do segundo LP "Illusion" (1969), do Renaissance (primeira formação), que por sua vez, tem grande semelhança.

Depois de duas obra-primas, oficialmente lançadas com notoriedade, o grupo Illusion entrou em estúdio preparando o terceiro LP ENCHANTED CARESS, que viria ser o corte final. Mas, ficou inacabado e só foi reeditado tempos depois. Era 1979 e o gênero rock progressivo entraria em declínio por causa de outros estilos musicais em vigor. As gravadoras não arriscam colocar no mercado do disco aquelas suítes sinfônicas, porque o que estava imperando era o estilo "new wave", "punk" e os ritmos dançantes, de consumo rápido. Muitas bandas tiveram que se adaptarem, mas os idólatras se recusavam da mudança. A primeira a sair da banda foi Jane Relf, mas nunca ficou decretado oficialmente o fim do grupo.

O material para o terceiro álbum do Illusion estava gravado, porém inacabado. As canções eram "Nights In Paris", "Walking Space", "The Man Who Loved The Trees", "Getting Into Love Again", "As Long As We´re Together", "Living Above Your Head", "Crossed Lines", "You Are The One", letras de Jim McCarty, com exceção das faixas "Slaughter On Tenth Avenue" (R. Rogers) e "All The Falling Angels" (Keith Relf). Se for feita uma análise dos títulos das dez músicas, elas contam as história do grupo por si só. Em memória ao guitarrista Keith Relf, foi incluída "All The Falling Angels" (gravação feita por ele antes de morrer), com participação do velho amigo baixista Louis Cennamo.

Morte súbita

Keith Relf, além de vocalista e guitarrista, foi o fundador de legendárias bandas, como YARDBIRDS, TOGETHER, RENAISSANCE, ARMAGEDDON. O desejo dele de reunir novos grupos era interminável. E o Illusion estaria no prelo preparando novo material. Mas, em 1976, morreu em sua própria casa, aos 35 anos de idade, sem realizar esse sonho (que não passou de uma mera ilusão). A música renascentista ficou órfã e a banda recém-formada ARMAGEDDON não passou de um único álbum lançado, título com o mesmo nome. Subitamente, vítima de um choque elétrico causado por uma guitarra, a paixão da vida dele, Keith não resistiu e morreu na hora. Houve muita especulação em torno desse acidente inesperado. Mas, uma certeza foi unânime, o revolucionário guitarrista foi morto com o instrumento que era sua maior paixão: a guitarra.

No ano seguinte, porém sem Keith Relf, uma inédita banda surgia, chamada Illusion, nome tirado do segundo LP do Renaissance. Foi lançado do álbum OUT OF THE MIST (1977), contendo sete músicas, trazendo na capa uma foto enigmática da vocalista-líder Jane Relf. Os hits que se destacaram foram "Face Of Yesterday", "Isadora", "Candles Are Burning", com letras de Jim McCarty, que também compartilhava nos vocais. As turnês motivaram o grupo para o segundo álbum auto-titulado ILLUSION (1978), também com sete faixas inéditas. Os destaques ficam para "Madonna Blue", "Never Be The Same", "Man Of Miracles" dentre outras, composições de McCarty em parceria com John Hawken. Mas, Jane participou, como compositora, ao lado de Louis Cennamo na faixa "Loui´s Theme".

Meados de 1979, começaram os conflitos internos e resolveram se separar, mesmo com o tercerio disco quase pronto. Mas, sem a presença de Jane, entraram novamente em estúdio para gravar o encantado álbum que só foi lançado 15 anos depois com o grupo separado. Tudo que se sabe, até o momento, a banda Illusion tem apenas quatro álbuns, incluindo os dois póstomos. Confira mais detalhes históricos na Web Site do Renaissance (em português), bem como discografia completa.

Obs: o fundo fixo desta página representa, visionariamente, o horizonte e a plenitude do rock progressivo. Nele, "pode-se viajar sem pagar passagem". Portanto, a escolha não foi por acaso, mesmo porque é a arte de capa do segundo álbum do grupo, em homenagem comemorativa dos 30 anos.


© 030208 [email protected]
http://br.geocities.com/renaissancehaslam
1