Uma viagem histórica pelo Rock Progressivo
RENAISSANCE III

Desligado (Show de Despedida, 1986)
As Canções Com Os Dias do Renascimento (Especialmente Selecionadas, 1997)
Toscana (O berço do Renascimento, 2001)
Na Terra do Sol Nascente ao vivo no Japão (2002)

Uma das maiores bandas de rock progressivo que acabou de completar os seus 38 anos de existência, então, ela merece todo o respeito do mundo. Possui um volume de obras-primas invejável, chega ser superior a qualquer outra banda do gênero. É, realmente, uma longa viagem histórica pelo rock progressivo. E nessa jornada tão sinuosa da música que o grupo Renaissance vem atravessando por três fases ou divisões distintas: Renaissance I (1969 a 1971), Renaissance II (1972 a 1983) e Renaissance III (1984 até hoje). Tiveram excessivas substituições, mas nunca deixando nada para atrás, a não ser os grandes trabalhos sonoros, que são verdadeiras obras-primas, atribuídas a mais de 35 álbuns, dentre os oficiais e relançados durante o tempo.

A partir dos anos 80, é que os conflitos começaram aparecer. Mas, a banda não tinha ainda se separado completamente. Só foram os dois integrantes do grupo Terence Sullivan e John Tout que partiram para outra. Portanto, Michael Dunford, Annie Haslam e Jon Camp, ao lado de outros convidados experientes, como recomposição, deram prosseguimento, levando o nome do Renaissance, ainda com casas lotadas. Embora o fã queria ver o grupo completo tocando em cena.

Uma grande pausa foi dada, a partir 1987. Um ano antes, foi registrado esse show de despedida da banda Renaissance. Annie Haslam acabaria de lançar o seu segundo álbum solo "Still Life" (1985) e começou as turnês de lançamento. Mas, aquele show de despedida foi realmente acontecido e só foi divulgado tal registro no formato CD "Unplugged", em 1999. Dunford também se empenhou em outros projetos musicais, mas nunca desvinculou do nome "Renaissance" nos seus trabalhos. Durante dez anos de silêncio, a ex-gravadora do grupo relançavam álbuns, com material de estúdio e apresentações ao vivo. E muitas tentativas de volta da banda, com a formação clássica foram feitas.

Desde 1984, só eram feitas algumas turnês, mas não o suficiente para manter a motivação do grupo e, como não se bastasse, a gravadora IRS acabava de rescindir o contrato com Annie e Dunford. Na realidade, o exato motivo era alegado que o estilo de música da banda não combinava ou harmonizava com as propostas da gravadora. A New Wave e o Punk eras os gêneros musicais daquele momento e as empresas do disco queriam crescer seus faturamentos. Conclusão, aqueles grupos progressivos, com músicas de faixas longas, aderidas às suítes sinfônicas tiveram que se adaptarem ao novo estilo, o que estavam predominando naquele oportuno momento.

O Começo do Fim

Desde 1984, considerada a terceira fase do Renaissance, estava explícita um caminho incerto e complexo para a banda. Sem gravadora, as excursões não seriam suficientes para manter a chama acesa do grupo. Nesse período, foram gravadas algumas músicas, mas não foram lançadas comercialmente. A década de 80 foi marcada pela era das grandes discotecas e New Wave, que era o reflexo dos finais dos 70. A músicalidade da banda Renaissance também foi adaptada aos gêneros pop-rock, funk e new wave. Mas, as gravadoras achavam inoportuna tal mudança. Portanto, aquelas epopéias sinfônicas estava totalmente extinta do panorama, transbordado em música de consumo rápido.

Nessa ocasião, John Tout havia abandonado o Renaissance, alegando cansaço e outras particularidades.. O empresário da banda Terry Sullivan também deixou o grupo para trabalhar na Warner Brothers/Sire. Restando simplesmente o efetivo tripé de sustenção: Haslam/Dunford/Camp, mas o futuro era incerto. Camp depois foi se juntar ao grupo CATEDRAL. O pianista raphael Rudd e o baixista/guitarrista Mark Lampariello, unidos a Michael Dunford e Annie Haslam tentaram reformular uma nova versão do Renaissance. Entre 1985 a 1987, os quartros tocaram juntos e apresentadads antigas canções do grupo, incluindo algumas da carreira solo de Annie. Ela tinha acabado de lançar o seu segundo álbum solo, titulado "Still Life". O primeiro solo "Annie In Wonderland" foi em 1977, quando ainda fazia parte do Renaissance.

Concerto de Despedida

O quarteto Renaissance, com apenas dois integrantes da fase clássica da banda, juntamente com Rudd e Lampariello marcaram um concerto de despedida para o dia 6 de junho de 1987, no Club Benéen em Saureville, Nova Jersey, Estados Unidos. Esse concerto especial foi para os amigos e fãs, que muitos acompanharam a história da banda Renaissance desde os primórdios 1972. A vocalista Annie Haslam e seus colegas declaravam ali que a banda estavam se despedindo com muita saudade. Ela declarou, inclusive, que ía continuar sua carreira solo, pelos anos seguintes. Tudo que restou foi as gravações desse show lançadas em 1999, formato CD "Unpplugged Live At The Academy Of Music", gravadora Mooncrest.

Na década de 90, foi a vez dos grandes relançamentos dos álbuns do Renaissance, sendo que a maioria gravações raras de estúdio e, ao vivo. Eram canções que não foram incluídas em álbuns oficiais da banda Renaissance. Nessa época, Annie e Michael Dunford fundaram o selo "The White Dove Organization", gravadora da qual ela lançou a maior parte dos seus solos e alguns do Renaissance. Haslam também se lançou como compositora e, em seguida, como pintora (1999), além do intenso trabalho como vocalista.

Carreiras Solo ou experimentais

A partir de 1995, Michael partiu para alguns projetos solo, sob a luz da banda Renaissance, convidando uma jovem vocalista inglesa Stephanie Adlington. Com esse projeto, titulado Michael Dunford´s Renaissance, foram lançados três álbuns, mas Annie não participa.

Um dos primeiros a abandonar o grupo Renaissance foi Terry Sullivan, que recentemente também lançou um álbum solo "South Of Winter" pela banda RENAISSANT.

DISCOGRAFIA Renaissance-1987


  UNPLUGGED LIVE AT THE ACADEMY OF MUSIC - 1986
  1. Can you Understand / 2. Carpet Of The Sun
  3. Midas Man / 4. Okichi-San
  5. I Think Of You / 6. Black Flame
  7. Mother Russia / 8. Northern Lights (versão inédita)
  9. The Young Prince And Princess
  10. Trip To The Fair / 11. The Vultures Fly High
  12. Running Hard



Songs From the Renaissance Days/1997

SONGS FROM RENAISSANCE DAYS - 1997   

  1. Africa
  2. Dreamaker
  3. Nothern Lights
  4. No Beguining No End
  5. Only When I Laugh
  6. The Body Machine
  7. Writers Wronged
  8. Island Of Avalon
  9. America
  10.You


Tuscany - 2001


  TUSCANY - 2001
   1. Can you Understand / 2. Carpet Of The Sun
  3. Midas Man / 4. Okichi-San
  5. I Think Of You / 6. Black Flame
  7. Mother Russia / 8. Northern Lights (versão inédita)
  9. The Young Prince And Princess
  10. Trip To The Fair / 11. The Vultures Fly High
  12. Running Hard



Renaissance- duplo 2002


  THE LAND OF RISING SUN LIVE IN TOKYO - 2002
  1. Can you Understand / 2. Carpet Of The Sun
  3. Midas Man / 4. Okichi-San
  5. I Think Of You / 6. Black Flame
  7. Mother Russia / 8. Northern Lights (versão inédita)
  9. The Young Prince And Princess
  10. Trip To The Fair / 11. The Vultures Fly High
  12. Running Hard



Por ser extensa a obra do Renaissance III, seguem apenas os nomes dos álbuns oficialmente lançados entre o período de 1984 a 2006.

Álbuns de Estúdio
Álbuns ao Vivo
Compilação
Relançamentos (Reedições)
Extras
Raridades
Box-Set (Caixas)

  1. TALES OF 1001 NIGHTS - VOL 1 (BOX-SET, 1990)
  2. TALES OF 1001 NIGHTS - VOL 2 (BOX-SET, 1990)
  3. DA CAPO (BOX-SET, 1995)
  4. THE OTHER WOMAN (1995)
  5. OCEAN GYPSY (1997)
  6. LIVE AT THE ROYAL ALBERT HALL - WITH ROYAL PHILHARMONIC ORCHESTRA - (1997) PART 1
  7. LIVE AT THE ROYAL ALBERT HALL - WITH ROYAL PHILHARMONIC ORCHESTRA - (1997) PART 2
  8. SONGS FROM RENAISSANCE DAYS (EXTRA, 1997)
  9. TRIP TO THE FAIR (BOX-SET, 1998)
  10. INNOCENCE (1998)
  11. BBC SESSIONS (LIVE, 1999)
  12. DAY OF THE DREAMER (BOX-SET, 2000)
  13. RENAISSANCE RARITIES (2000)
  14. UNPLUGGED - LIVE AT THE ACADEMY OF MUSIC, PHILADELPHIA, EUA (1999)
  15. TUSCANY (2001)
  16. CAN YOU HEAR ME (LIVE, 2001)
  17. MOTHER RUSSIA (LIVE, 2002)
  18. LIVE+DIRECT (2002)
  19. SONGS FOR ALL SEASONS (BOX-SET, 2002)
  20. IN THE LAND OF THE RISING SUN LIVE IN JAPAN (2002)
  21. BRITISH TOUR´76 (LIVE, 2006)

Jornalista Robson Florencio Paim
1