História Secreta 
do Brasil6?
 
Bandeira do Brasil, brilhando

Referências a Norberto Keppe, Cláudia Pacheco e à Trilogia Analítica

A melhor maneira de conhecermos uma pessoa é ver o que ela faz e o que os outros falam dela. Vejamos o que cientistas e pessoas de várias partes do mundo e de diferentes áreas de trabalho falam a respeito de Keppe, Pacheco e da Trilogia.

  • “ele (...) será sempre bem-vindo futuramente...”
  • “O senhor dr. Norberto Keppe, de São Paulo, Brasil, freqüentou regularmente as conferências do infra-assinado, no período entre outubro de 1958 e maio de 1960, e adquiriu, deste modo, consideráveis conhecimentos no campo da psicoterapia em geral e da logoterapia em especial. Outrossim, acrescentou-se ainda sua  leitura de obras especializadas, e sua participação esporádica na execução prática de tratamentos logoterápicos dentro da atividade clínica de nossa seção. Através de seu caráter amável, modesto  e cortês, de seu vivo interesse e de sua inteligente compreensão da matéria, ele sempre foi uma figura bem vista e será sempre bem-vindo futuramente.”
    Dr. Viktor E. Frankl, 14/5/1960, Diretor da Policlínica Neurológica de Viena
     
  • “(sua) atitude crítica científica apreciamos excessivamente.”
  • “O sr. dr. Norberto da Rocha Keppe clinicou no período entre maio de 1958 e maio de 1960, na qualidade de psicólogo no Laboratório Psicológico da Clínica Psiquiatro­Neurológica da Universidade. Ele participou das conferências semanais sobre Psiquiatria, nas quais foram também apresentados e discutidos assuntos  clínico-psiquiátricos junto com questões de diagnóstico diferencial da Psiquiatria, em alguns pacientes da clínica. No quadro dos trabalhos do laboratório psicológico da referida clínica, teve o  dr. Keppe a possibilidade de estudar e melhor conhecer os assuntos da aplicação dos métodos de teste projetivo na psiquiatria clínica. O dr. Keppe demonstrou interesse especial pelos testes de  psicologia ocupacional aplicados na psiquiatria clínica, tendo iniciado, nesta oportunidade a tradução para o idioma português do Teste de Demência de Arnold/KohGnann. Conhecemos o sr. dr. da Rocha Keppe como psicólogo com múltiplos interesses, cuja atitude de crítica científica apreciamos excessivamente.”
    Dr. Thaddaus Kohlmann, 14/5/1960, Diretor do Laboratório da Clínica Psiquiátrico-Neurológica, da Univ. de Viena, Direção: Prof. dr. Hans Hoff
     
  • “é um genuíno colaborador do tesouro intelectual da civilização”
  • “Como fundador e primeiro presidente do Congresso Mundial de Logoterapia, que teve lugar em San Diego, Califórnia, em  novembro de 1980, convidei o professor Keppe para apresentar seus pensamentos e pesquisa para os congressistas. Desde então, Keppe tem vindo várias vezes aos Estados Unidos, efeito inúmeras  conferências nas universidades americanas. É muito difícil fazer justiça a um pensador de grande peso em um simples prefácio, considerando a profundidade, complexidade e vastidão dos pensamentos  do au­tor. Ainda assim, é igualmente uma grande honra ser convidado a apresentar as idéias de um respeitado e genuíno colaborador do tesouro intelectual da civilização. A tarefa é um desafio.”
    Professor  Joseph Ghougassian;Ph.D., Fundador e Primeiro Presidente do, Con­gresso Mundial de Logoterapia, San Diego, Califórnia, 5 de julho de 1982, Pre­fácio de A Glorificação, livro de autoria de Keppe, edição inglesa.
     

    TOPO

  • “cabe à Psicanálise Integral a tarefa (...) de libertar a consciência humana”
  • “A sua informação, do México, de que sua orientação filosófica seria semelhante à minha, parece, de fato, ter fundamento.  (..) Na leitura da sua Trilogia Analítica encontrei certos conceitos que há alguns anos me ocupam e dos quais pode-se esperar – absolutamente neste mesmo sentido do sr., inovações para a compreensão do homem e para a sua compreensão universal. Com interesse observei como na sua Psicologia Integral ocorre uma destituição da psicanálise introversiva de Freud e de seus adeptos, e como, durante este processo, o psicologismo, se assim se queira dizer, é superado pela própria psicologia. (..) Do ponto de vista filosófico e abordando a crítica das ideologias, cabe à sua psicanálise integral a tarefa terapêutica absolutamente importante de libertar a cons­ciência humana das suas fantasias e imaginações, para a realidade global de si mesmo e dos objetos, revelando  nisto a sua legítima origem-raiz.”
    Prof. Dr. Heinrich Beck, Catedrático de Filosofia da Universidade de Bam­berg, Alemanha

  • “ Tive a honra, a satisfação íntima de vê-lo atuando...”
  • “Distintos membros da mesa, senhoras e senhores, amigos. Vou apresentar, em uma sucinta síntese, o curriculum vitae especificamente acadêmico do prof. dr. Norberto Keppe e depois esboçarei alguns traços principais de sua trajetória acadêmica como psicólogo, humanista e psicanalista.
  • Tive a sorte de conhecê-lo pessoalmente, quando viajei recentemente para participar do IX Colóquio Interamericano de  Filosofia em São Paulo, Brasil. Esse conjunto de filósofos interessou-se por suas idéias e convidou-o a expô-las no congresso. Dr. Keppe correspondeu com uma conferência magistral, convidando-nos depois a fazer-lhe urna visita, afim de que pudéssemos observar na prática a terapia de grupo que ele cita em seu livro. «teve também a honra, a satisfação íntima de vê-lo atuando em uma sessão  de trabalho. Não somente o contemplei no plano teórico como também consegui vislumbrar sua eficiência prática. (...)”

  • “ Psicoterapeutizar a Teomania, uma atitude universal do homem, que é a mania de nos sentirmos deuses (mesmo que deuses de barro) para recolocar a pessoa dentro da realidade que um dia abandonou - é restaurar a dimensão teotrópica do homem, num esforço metaterapêutico.
  • “Isto que expus foi somente unia propedêutica, unia preparação para se entender melhor este presente espiritual, esta festa de inteligência que vamos ouvir, como início de aulas para nossos estudantes de psicologia e professores.”
    Augustin Basave, reitor da Universidade Regiomontana de Monterrey (México),  ex-diretor da Universidade Internacional de Dallas, no Texas, autor de 24 livros traduzidos para várias idiomas, sendo também doutor em Filosofia e em Direito (apresentação de Keppe aos  professores e estudantes de psicologia, por ocasião de sua conferência naquela universidade).

  •  “ a metodologia de Keppe é um alento para a ciência psicanalítica européia.”
  • “Em abril de 1981, enquanto Keppe fazia uma conferência em Estocolmo, Antonio Mer­cúrio, catedrático da Universidade de  Sofia, de Roma, dizia a João Lins de Albuquerque, correspondente da Visão na Suécia, que “a metodologia de Keppe não só representa um alento para a ciência psicanalítica européia, como abre novos caminhos para uma com­preensão mais elástica das inter-relações da ciência, filosofia e religião. (..)

  • “A síntese psicanalítica criada por Keppe -
    declarou à Visão o psicanalista sueco Svend Roepstorf - tem precedentes somente em Erich Fromm, para quem o homem era um ser aberto, que vive além de seus condicionamentos biológicos.”
    (Revista Visão, 28/11/83, artigo “Um Revisor das Terapias”, do editor científico desta revista, Silvio Raimundo).

  • TOPO

    “Agradeceria muito que desse sua opinião sobre o método de Carl Rogers”
  • “Sr. Norberto Keppe: tive grande prazer em escutá-lo na conferência que pronunciou na Casa Itália de Viña del Mar, no transcurso das Jornadas Tomistas de Filosofia (. ..) Agradeceria muito, dr. Keppe, se me poderia dar sua opinião (se é possível também da dra. Cláudia Pacheco, que o acompanhava) sobre o método  terapêutico de Carl Rogers.”
    Guillermo Chefe da Área de Filosofia, da Pontifícia Universidade Católica, Temuco, Chile

  • “seu livro será valioso para a profissão”
  • “Caro dr. Keppe: Eu li o prefácio de seu livro Analytical Trilogy or Integral Psycho­analysis. Se o restante do livro é algo como o prefácio, então eu estou certo de que não somente será valioso para a profissão, mas também muito aquecedor, humano e agra­dável. Como o sr. próprio poderia dizer, “ele está cheio de  amor”. Possa eu oferecer ao sr. as minhas congratulações e relatar que eu devo escrever de novo, tão logo eu tenha lido o livro inteiro. Meus sinceros cumprimentos a Cláudia e outros membros de seu “staff” com quem eu tive o prazer de me reunir em San Diego.”
    Ernst J. Nackord, Jr. B.S., M.S., Ph.D., College San Francisco, Califórnia

  • “minha apreciação pelo que o sr. e seu grupo da Psicanálise Integral fizeram...”
  • “Prof. Dr. Norberto Keppe eu quero expressar minha apreciação por tudo que o sr. e o seu grupo da Sociedade de Psicanálise Inegral fizeram durante o congresso (..) Eu tenho ouvido de muitos participantes no Congresso quão bem impressionados eles ficaram com o Sr. e seus colaboradores”
    Dr. Joseph Fabry, diretor  executivo do Instituto de Logoterapia da Califórnia, 1 ° Congresso Mundial de Logoterapia, San Diego, Califórnia, 1980

  • ”sua contribuição (...) foi uma poderosa experiência para nossos estudantes”
  • “Desejo agradecer a sua contribuição ao nosso programa de Preparação à Faculdade, durante as três sessões conduzidas pelo  sr. A sua apresentação, Consciência do Erro, foi uma valorosa ferramenta na ajuda aos nossos estudantes para lidarem com suas ati­tudes e valores com relação ao desempenho na escola e objetivos  quanto à carreira fu­tura. Foi uma poderosa experiência para os nossos estudantes. Aguardo ansiosamente o seu Treinamento de Desenvolvimento Pessoal. Estou certa de que o nosso departamento irá se beneficiar como um todo com esta nova consciência.”
    Roberta B. Vogel, Ph.D., Diretora do Colégio de Staten Island, da Universidade da Cidade de Nova Iorque

  • “... livro para ser adotado como leitura requerida ...”
  • “Por favor, queira enviar-me o seguinte livro para ser adotado como leitura requerida para meu seminário do curso superior de Ciência Sociais: A Cura pela Consciência -Teomania: a causa do stress, por Cláudia B. Pacheco.”
    Dr. Inderjit Jaipaul, Temple University, School of Social Administration, Philadelphia - Pennsylvania

  • “quero fazer conhecido seu método de tratamento em toda a Suécia”
  • “Sou psicólogo trabalhando num centro de saúde da Suécia, e também escritor. Por muitos anos eu tenho estado trabalhando com  pacientes psicossomáticos (*) descrito no livro de dra. Pacheco A Cura pela Consciência. 

    A razão porque eu estou escrevendo é que eu estou redigindo um livro onde eu gostaria de dedicar a segunda metade para descrever e fazer conhecido seu método de tratamento de pacientes. O livro irá aparecer na primavera de 1986 e será distribuído em toda a Suécia.”

  • “Eu tenho refletido minuciosamente, dentro de mim mesmo, sobre a filosofia da Trilogia Analítica e o método de análise e  sinto grande confiança na veracidade de tudo isso. Por­tanto, eu realmente quero ajudar a difundir esta mensagem. É necessário em nosso tempo.”
    Joahn Wretman, psicólogo e escritor, da Tallmogarden, Estocolmo, Suécia
    (*) P.S.: O livro foi publicado e difundido em toda a Suécia, com o nome Open Your Window).

  • TOPO

    “minha mais profunda gratidão a Norberto, Cláudia, Marc André, Suely...”
  • “Sr. Norberto Keppe: reunir-me com o sr. no Segundo Congresso Mundial de Logoterapia em Hartford foi um poderoso e emocionante encontro. Eu estou agradavelmente surpreso pelas mais altas dimensões da consciência humana em seu trabalho. Eu estou altamente grato pelos resultados que o sr. alcançou com seus métodos. (...) Eu gostaria de ser um membro associado de sua sociedade. (...) O sr. estaria interessado em vir ao Canadá para um seminário conosco? Outra vez, minha mais profunda gratidão para Norberto, Cláudia, Marc André, Suely e seu tradutor, que trouxeram uma enorme contribuição para nosso encontro em Hartford.”
    Jacques Lalanne, presidente da Actualisation idh, Inc.,  Instituto de Desenvol­vimento Humano, Quebec e Montreal, Canadá

  • “estamos deliciados em dar-lhe as boas vindas”
  • “ Prof. Norberto R. Kepp: Mrs. Riitta Wahlstrom informou-nos de sua próxima visita a Helsinki, em 24 de março (1981). Nós  estamos deliciados com esta oportunidade de dar-lhe as boas vindas ao Departamento de Psicologia Aplicada e de ouvi-lo em uma palestra sobre psicanálise e psicoterapia.
    Risto Vuorinen,  Departamento de Psicologia, (Psicologia Aplicada) Universidade de Helsinque, Finlândia

  • “obrigado pela dissertação Experiência no Brasil com Norberto Keppe”
  • “Os integrantes do Serviço de Psicopatologia do Hospital Central de Mendoza agrade­cem à dra. Reina de Kotkik as valiosas contribuições através da dissertação sobre a Experiência no Brasil com dr. Keppe sobre o tema “Psicanálise Integral de Norberto Keppe”.
    Dra. Marta E. Ivaldi, Serviço de Psicopatologia, Hospital Central de Mendoza

  • TOPO

    “será convidado oficial do Instituto na Espanha”
  • “Sra. Cláudia Pacheco: o Instituto de Cooperação Iberoamericana, em carta dirigida ao sr. Cônsul Geral da Espanha em São Paulo, mostrou interesse pela visita e pelas pales­tras que o Dr. Norberto Keppe pensa em realizar na Espanha, ocasião em que o mesmo será convidado oficial desse instituto, durante sua permanência na Espanha.”
    Jesús Poblacion vice-cônsul, Consulado Geral da Espanha em São Paulo

  • “Sentimo-nos honrados com sua colaboração dada seu reconhecido labor científico”
  • Dr. Norberto Keppe: Tenho o agrado de dirigir-me ao sr. como presidente da SAAS­MEN, com o objetivo de convidá-lo oficialmente para que dite duas conferências na ci­dade de Mendoza, nos dias 8 e 9 de agosto próximos, com o tema de seu importante livro De Freud a Frankl e Sobre uma Psicoterapia Integral. Sentimo-nos muito honrados com sua colaboração, dado seu reconhecido labor profissional, científico e docente, devo informar-lhe que há muito interesse entre psiquiatras e psicólogos do meio (...)”
    Dr. Diego E. Block, presidente da Sociedade Argentina Assessora da Saúde Mental

  • “ reação ao programa de treinamento da ISAT foi muito positiva”
  • “Dr. Cláudia Pacheco: (Acerca da) da avaliação do programa de treinamento para pro­dutividade do pessoal conduzido pela ISAT  (dra. Cláudia) durante o ano acadêmico de 1984-85. Como a sra. deve ter notado, a reação em geral ao programa de treina­mento foi muito positiva, com o pessoal atribuindo 4,75 onde a avaliação máxima seria 5,0. Em termos de utilidade/proveito em suas próprias necessidades profissionais, a ava­liação geral foi 4,3 (sendo 5,0 o máximo) e com relação à utilidade/proveito em termos das necessidades do programa/projeto, a avaliação foi 4,75. O pessoal também sentiu que as informações apresentadas foram de grande auxilio (4,5) e que a técnica foi bastante útil em relação às  necessidades do programa/projeto (4,87). Além disso, viram a técnica de treinamento como relevante para suas próprias necessidades em termos de de­senvolvimento profissional e sentiram que o  projeto todo foi bem planejado em termos de programação e número de sessões aula. Um dos comentários foi: “Eu usei grande parte das informações para meu crescimento pessoal...” Outra pessoa do  nosso “staff! disse ,”foi de grande ajuda para minha auto-avaliação.”  O nosso pessoal sentiu que o treina­mento foi “valioso para o desenvolvimento de uma comunicação honesta entre o  pessoal interno ...”  Finalmente, os inúmeros membros do “staf” mencionaram que “workshop” contínuos e sessões/aulas periódicas seriam de muito auxílio para promover o desenvol­vimento do pessoal constante e a efetividade do programa.”
    Roberta B. Vogel, Ph.D., diretora do College of Staten Island, da City
    University of New York

Contatos com Trilogia Analítica
História Secreta do Brasil|Quem é Dra.Cláudia|
O que é empresas e residência trilógicas
|Glossário de Termos|
Sou mais BRASIL|Referências a Norberto Keppe,Cláudia Pacheco|BRASIL, MITO DE TODOS OS POVOS|
Quem é Norberto Keppe,Ph.D psicanlista|
Gê Pruda Serviços,Utilidades e Filantropia

 

Carinha envelope estará comunicando conosco,só clicar

 

TOPO

Fale conosco

HOME

Counter

Hosted by www.Geocities.ws
GridHoster Web Hosting
1