CONCLUSÃO

 Fruto do atras referido chegamos a conclusão que no ponto de vista da família e do casamento (este ultimo como base da unidade familiar)Mucubal   há uma coexistência em varias regiões( tendencialmente no interior ) dos usos e costumes tradicionais com as praticas modernas isto no tocante a união entre famílias  e seus procedimentos. Denota-se ainda a existência de dois sistemas, onde pontifica o sistema chamado matrilinear onde a figura do tio (irmão da mãe) é de onde emana a autoridade. Outro sistema é o patrilinear, as uniões e que vão dar continuidade as relações de sangue e esta nova aliança conjugal darão origem a novas relações de consanguinidade.

Como o casamento implica normalmente Mumuilaa união de dois grupos (exogamico), duas famílias, facto este que deriva no empenho das famílias em incentivar determinadas uniões e/ou desencorajar outras. Porém podem também se efectivar casamentos endogamicos (mesmo grupo).

  Realcemos o papel que tem sido exercido pelas autoridades tradicionais Angolanas, bem como as pessoas mais idosas, pelo culto de personalidade e influencia que gozam nos pequenos espaços (aldeias) na preservação, coesão e fortalecimento destes usos e costumes tradicionais, para que possam promover o fortalecimento da família no seu conceito tradicional. É necessário continuar a promover a manutenção do status quo tradicional porem dever-se-a prestar maior atenção a casos sensíveis em que o tradicional se incompatibiliza com o contemporâneo, nomeadamente quando choca  de forma flagrante com os direitos, liberdades e garantias de  cidadãos envolvidos.   

 
Hosted by www.Geocities.ws
GridHoster Web Hosting
1